Páginas

pergunta:

"Até quando vamos ter que agüentar a apropriação da idéia de 'liberdade de imprensa', de 'liberdade de expressão', pelos proprietários da grande mídia mercantil – os Frias, os Marinhos, os Mesquitas, os Civitas -, que as definem como sua liberdade de dizer o que acham e de designar quem ocupa os espaços escritos, falados e vistos, para reproduzir o mesmo discurso, o pensamento único dos monopólios privados?"

Emir Sader

13.4.17

O “AMIGO” NÃO É LULA, É O ENGENHEIRO ANTÔNIO REBOUÇAS SAMPAIO: É o que mostra documento vazado

O "AMIGO" NÃO É LULA, É O ENGENHEIRO ANTÔNIO REBOUÇAS SAMPAIO: É o que mostra documento vazado

Não é de hoje que o método da Lava Jato para conseguir delações premiadas suscitam inúmeros questionamentos. Uma das principais denúncias contra Moro na mídia progressista é o de usar a prisão preventiva por tempo indeterminado, submetendo o investigado à supressão de medicamentos e tratamentos continuados e muitos deles psiquiátricos. O próprio Marcelo Odebrecht teria resistido bastante à abstinência de medicamentos para o tratamento de bipolaridade. Sem o medicamento o paciente passa por limites entre depressão profunda, síndrome de perseguição e audição de vozes e paranoias, com momentos de euforia, onde se sente capaz de "mudar o mundo".


É nesse quadro de subtração da liberdade e tratamento psiquiátrico que Marcelo Odebrecht efetuou sua delação. É na condição de "ou delata ou apodrece na cadeia mesmo sem ser julgado", que a condicional de denunciar o ex-presidente Lula se tornou insuportável para quem nunca foi submetido a fortes cargas de opressão. Portanto, alguém ou algum codinome deveria ser logo atribuído a Lula e a sua "propina" ser explicada como dada em espécie. Nessa condição, nada pode ser rastreado, mesmo que o valor seja surreal, dado o volume de notas que teriam 13 milhões de reais.

Como a internet não perdoa, documentos vazados ainda em 2016 foram resgatados pelos internautas e neles o apelido "AMIGO" era atribuído ao engenheiro Antônio Rebouças Sampaio, amigo de Marcelo Odebrecht, ligado a ACM Neto e a obras na Usina de Hidroelétrica de Pedra do Cavalo. Mesmo que prossigam com as investigações e assumam a delação como verdadeira, o único documento que veio a público, diz o contrário. Eis uma prova física, contra uma delação premiada, que juridicamente não é uma prova.

documento_o_amigo_reboucas


Nenhum comentário:

Cancion con todos

Salgo a caminar
Por la cintura cosmica del sur
Piso en la region
Mas vegetal del viento y de la luz
Siento al caminar
Toda la piel de america en mi piel
Y anda en mi sangre un rio
Que libera en mi voz su caudal.

Sol de alto peru
Rostro bolivia estaño y soledad
Un verde brasil
Besa mi chile cobre y mineral
Subo desde el sur
Hacia la entraña america y total
Pura raiz de un grito
Destinado a crecer y a estallar.

Todas las voces todas
Todas las manos todas
Toda la sangre puede
Ser cancion en el viento
Canta conmigo canta
Hermano americano
Libera tu esperanza
Con un grito en la voz