Páginas

pergunta:

"Até quando vamos ter que agüentar a apropriação da idéia de 'liberdade de imprensa', de 'liberdade de expressão', pelos proprietários da grande mídia mercantil – os Frias, os Marinhos, os Mesquitas, os Civitas -, que as definem como sua liberdade de dizer o que acham e de designar quem ocupa os espaços escritos, falados e vistos, para reproduzir o mesmo discurso, o pensamento único dos monopólios privados?"

Emir Sader

1.4.17

Minha pátria é doce por fora e muito amarga por dentro

Minha pátria é doce por fora e muito amarga por dentro

A gente vê um golpe instalado e um governo fraco, frágil, além de ilegítimo. Que prometeu que ia haver crescimento econômico. A recessão piorou, o desemprego aumentou.

Imagens: José Eduardo Pachá

 

 

Por Eric Nepomuceno

 

Minha pátria é doce por fora
E muito amarga por dentro
Minha pátria é doce por fora
Com seu céu de primavera

E um sol de fel no centro

 

Isso podia estar sendo falado do Brasil hoje, penso eu, aqui no Rio de Janeiro, onde apesar de tudo, apesar de toda a decadência, continua sendo uma cidade linda. Uma cidade que dá a ideia, a imagem de felicidade, falsa, claro, de uma pátria doce.

Mas não está falando do Brasil. Este poema foi escrito há muitas décadas por um poeta nacional de Cuba, Nicolás Guillén.

 

Mi patria es dulce por fuera
y muy amarga por dentro
mi patria es dulce por fuera
con su verde primavera
y un sol de hiel en el centro

 

Porque isso? Porque, na verdade, o Brasil passa por um período que eu já disse aqui e vou repetir. Minha geração repete isso: eu nunca imaginei que eu fosse tornar a viver. Esta semana agora se supõe que terá início no Tribunal Superior Eleitoral o julgamento da chapa Dilma-Temer.

 

E que, conforme for, poderá determinar a cassação do Michel Temer e a inabilitação, a proibição por oito anos da Dilma disputar eleições. O tamanho dessa ironia… Dando mostras do seu profundo sentido de menino mimado, de ressentimento, essa ação foi interposta por Aécio Neves que é um dos pilares das mentes do golpe que levou Michel Temer ao poder.

 

Ou seja, as contradições da vida. Eu acho muito difícil o Temer cair. Ele vai protelar isso o quanto puder, para tentar chegar até 2018. Agora o que vai acontecer no país enquanto isso? Que tal você ter um golpe parlamentar, um presidente ilegítimo e que além de tudo corre o risco de ser cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral. Que é isso? Isso não existe!

 

Mas outras coisas também acontecem, por exemplo, um delegado da Polícia Federal, chamado Igor de Paula, admitiu candidamente que ele sim filmou aquele sequestro, prisão. Ah não, desculpe, aquela condução coercitiva do Lula. Filmou e passou as imagens para a revista Veja. Ele desobedeceu expressamente uma determinação rigorosa do juiz Sérgio Moro. O que vai acontecer com ele? Eu acho que nada. Afinal, ele apenas desobedeceu ordens de um juiz que desobedece regras primárias da Justiça. Quer dizer, um abusador foi abusado. O Moro foi abusado pelo delegado da Polícia Federal.

 

E o que mais a gente vê aí? A gente vê um golpe instalado e um governo fraco, frágil, além de ilegítimo. Que prometeu que ia haver crescimento econômico. A recessão piorou, o desemprego aumentou. Que trata de por a culpa no governo anterior, esquecendo que em 2015 ele, Eduardo Cunha e a quadrilha toda, impediram a Dilma de tentar corrigir erros e sim erros sérios que ela cometeu na segunda metade do primeiro mandato em diante.

 

Ia acabar a corrupção e o combate a corrupção ia avançar muito. Bom, nunca na história desse país, repetindo, houve tantos corruptos ao mesmo tempo em um só governo, que é ilegítimo, é frágil, é débil e é de uma incompetência olímpica. E daí? E daí continua a impunidade. O país continua naufragando pra lá, pra cá, uma hora levanta, uma hora cai.

 

Vamos celebrar a criação de 35 mil empregos em fevereiro. Esquecendo de todos os empregos que foram fulminados desde que o golpe começou. Vamos privatizar, vamos privatizar os Correios, vamos destroçar a Petrobras. Vamos destroçar o BNDS.

 

E eu amanhã vou caminhar na lagoa Rodrigo de Freitas que é uma paisagem única do mundo. E continuar pensando:

 

Minha pátria é doce por fora
E muito amarga por dentro.


http://www.nocaute.blog.br/brasil/minha-patria-e-doce-por-fora-e-muito-amarga-por-dentro.html


Nenhum comentário:

Cancion con todos

Salgo a caminar
Por la cintura cosmica del sur
Piso en la region
Mas vegetal del viento y de la luz
Siento al caminar
Toda la piel de america en mi piel
Y anda en mi sangre un rio
Que libera en mi voz su caudal.

Sol de alto peru
Rostro bolivia estaño y soledad
Un verde brasil
Besa mi chile cobre y mineral
Subo desde el sur
Hacia la entraña america y total
Pura raiz de un grito
Destinado a crecer y a estallar.

Todas las voces todas
Todas las manos todas
Toda la sangre puede
Ser cancion en el viento
Canta conmigo canta
Hermano americano
Libera tu esperanza
Con un grito en la voz