Páginas

pergunta:

"Até quando vamos ter que agüentar a apropriação da idéia de 'liberdade de imprensa', de 'liberdade de expressão', pelos proprietários da grande mídia mercantil – os Frias, os Marinhos, os Mesquitas, os Civitas -, que as definem como sua liberdade de dizer o que acham e de designar quem ocupa os espaços escritos, falados e vistos, para reproduzir o mesmo discurso, o pensamento único dos monopólios privados?"

Emir Sader

7.3.17

notícias

"El neoliberalismo es el camino que conduce al infierno." Hugo Chávez, mayo de 2002.



Em que suposto (suposto!) imóvel de São Paulo os tucanos - gordos - guardam R$ 100 milhões em dinheiro vivo?

Em reais, dólares, euros...

O suposto (suposto!) imóvel finalmente apareceu - em reportagem sobre o empresário Adir Assad publicada pelo Estadão neste domingo (5 de março).

Assad, devidamente encarcerado, delatou o repasse de R$ 100 milhões ao assim chamado Paulo Preto, o manda-chuva do Departamento de Estradas e Obras do Governo (sic) do Cerra.

Assista à nova edição da TV Afiada e saiba os detalhes!




A ditadura militar foi o período mais tenebroso da história brasileira. Nela se torturou, matou e foram caladas as vozes que a ela se opunham. Pode haver algo pior? Não. Mas o que se avizinha? Uma ditadura de mercado, articulada pelas corporações midiáticas em simbiose com o Poder Judiciário partidarizado. Moro, não se iludam, é apenas o pião de uma estratégia bem mais ampla.

Amizades de longa data estão sendo desfeitas. Relações familiares sofrem estremecimentos. A cultura do ódio, meticulosamente desenvolvida nos últimos 13 anos, rompe a casca do ovo.Direitos individuais começam a ser solapados. E, com eles, os sociais e trabalhistas.

No tempo dos generais ainda havia espaço para a esperança. Na era da democracia sequestrada pelo mercado inexiste essa possibilidade. Por tudo isso, cessam temporariamente minhas críticas ao governo Dilma. Não é hora de miopia ideológica. Uma longa noite se avizinha. Não me conforta saber que mesmo seus apoiadores serão tragados por ela. Resistir deixa de ser uma questão político-partidária. Estamos diante da tarefa de reafirmar a possibilidade de viver em sociedade.



No futuro, para entender o porquê de a América Latina ter deixado de ser quintal do imperialismo, os estudantes terão que ler sobre Chávez, Mujica, Correa, Morales, Lula e Kirchner. Para compreender os motivos pelos quais, durante um bom tempo, a região foi dominada por oligarcas subservientes, terão que pesquisar sobre seus oponentes. No primeiro caso, terão que recorrer aos livros. No segundo, à lata de lixo da história.






Nenhum comentário:

Cancion con todos

Salgo a caminar
Por la cintura cosmica del sur
Piso en la region
Mas vegetal del viento y de la luz
Siento al caminar
Toda la piel de america en mi piel
Y anda en mi sangre un rio
Que libera en mi voz su caudal.

Sol de alto peru
Rostro bolivia estaño y soledad
Un verde brasil
Besa mi chile cobre y mineral
Subo desde el sur
Hacia la entraña america y total
Pura raiz de un grito
Destinado a crecer y a estallar.

Todas las voces todas
Todas las manos todas
Toda la sangre puede
Ser cancion en el viento
Canta conmigo canta
Hermano americano
Libera tu esperanza
Con un grito en la voz