Páginas

pergunta:

"Até quando vamos ter que agüentar a apropriação da idéia de 'liberdade de imprensa', de 'liberdade de expressão', pelos proprietários da grande mídia mercantil – os Frias, os Marinhos, os Mesquitas, os Civitas -, que as definem como sua liberdade de dizer o que acham e de designar quem ocupa os espaços escritos, falados e vistos, para reproduzir o mesmo discurso, o pensamento único dos monopólios privados?"

Emir Sader

7.1.15

Reajuste de salários de governador, vice, secretários e deputados desafia discurso de austeridade

7/jan/2015, 8h16min

Reajuste de salários de governador, vice, secretários e deputados desafia discurso de austeridade

Medidas anunciadas por Sartori atingem os órgãos da administração direta, autarquias e fundações. (Foto: Luiz Chaves)

Cortes anunciados pelo governador José Ivo Sartori atingem os órgãos da administração direta, autarquias e fundações. (Foto: Luiz Chaves)

Marco Weissheimer

O governador José Ivo Sartori deverá decidir nos próximos dias se aplicará ou não ao seu próprio salário e aos vencimentos do vice-governador, dos secretários e dos deputados estaduais o princípio da austeridade e de cortes que implantou no início de seu governo. Os projetos que aumentam esses salários foram aprovados no dia 18 de dezembro, na Assembleia Legislativa, e agora devem ser sancionados ou vetados por Sartori. A partir do momento que receber esses projetos do Legislativo, Sartori terá um período de até 15 dias para tomar sua decisão.

O governador também terá que se pronunciar sobre os projetos de reajuste do Ministério Público, Judiciário, Tribunal de Contas e Defensoria Pública, bem como sobre a emenda apresentada pelo deputado Raul Pont (PT) propondo o fim do auxílio-moradia para juízes e promotores.

Conforme os projetos aprovados na Assembleia gaúcha, o salário do governador terá um aumento de 45,9%, passando de R$ 17.347,00 para R$ 25.322,00. O vice-governador e os secretários estaduais, por sua vez, terão um reajuste de 64,2%, passando de R$ 11.564,00 para R$ 18.992,00. Já os deputados estaduais aprovaram para si mesmos um aumento de 26,3% em seus salários, que passarão, caso Sartori sancione os projetos, de R$ 20.042,00 para R$ 25.322,00.

A decisão de Sartori é aguardada com expectativa após o anúncio do pacote de medidas que incluem o congelamento de novos concursos e de nomeações de aprovados em concursos já realizados, suspensão do pagamento de dívidas com fornecedores do Estado por 180 dias, congelamento de promoções e cortes de gastos com diárias e viagens, entre outras determinações.

O anúncio da suspensão de promoções e nomeações já foi alvo de críticas por parte do Sindicato dos Escrivães, Inspetores e Investigadores de Polícia (Ugeirm), que classificou a medida como "extremamente preocupante" com potencial para "causar um grande descontentamento na categoria", principalmente no que diz respeito às promoções previstas para abril de 2015. "Os policiais civis tem direito a promoção nos meses de dezembro e abril, esse direito deve ser respeitado. Vamos cobrar de forma muito enérgica", anunciou Isaac Ortiz, presidente da Ugeirm.

Ao anunciar o pacote de medidas na última segunda-feira, o secretário da Fazenda, Giovani Feltes, disse que a prioridade do governo é "conter gastos e adequar o orçamento deste ano à realidade da receita". Tais medidas, acrescentou o secretário, são necessárias diante da crise das finanças públicas vivida pelo Estado.

Em seu discurso de posse na Assembleia Legislativa, no dia 1° de janeiro, o governador José Ivo Sartori anunciou que tomaria "medidas corajosas" para enfrentar o problema da dívida do Estado: "O Rio Grande do Sul precisa de medidas corajosas no presente. Essa é a minha missão", afirmou o novo chefe do Executivo gaúcho, defendendo ainda que o Estado não pode gastar mais do que arrecada. Sartori disse também que cortará "os gastos ruins" para "gastar nas pessoas, especialmente nas que mais precisam".


http://www.sul21.com.br/jornal/reajuste-de-salarios-de-governador-vice-secretarios-e-deputados-desafia-discurso-de-austeridade/

Nenhum comentário:

Cancion con todos

Salgo a caminar
Por la cintura cosmica del sur
Piso en la region
Mas vegetal del viento y de la luz
Siento al caminar
Toda la piel de america en mi piel
Y anda en mi sangre un rio
Que libera en mi voz su caudal.

Sol de alto peru
Rostro bolivia estaño y soledad
Un verde brasil
Besa mi chile cobre y mineral
Subo desde el sur
Hacia la entraña america y total
Pura raiz de un grito
Destinado a crecer y a estallar.

Todas las voces todas
Todas las manos todas
Toda la sangre puede
Ser cancion en el viento
Canta conmigo canta
Hermano americano
Libera tu esperanza
Con un grito en la voz